Informações sobre a geografia do município de Aiuruoca-MG

Na página a seguir disponibilizamos algumas informações básicas sobre a geografia aiuruocana para que você possa entender melhor como é o nosso município.

Aiuruoca, tendo como pano de fundo a Serra do Papagaio (hoje protegida por leis estaduais e federais) e localizada dentro dos limites da APA da Mantiqueira, Reserva da Biodiversidade da UNESCO e Parque Estadual da Serra do Papagaio, é uma cidade privilegiada pela beleza natural que envolve inúmeras cachoeiras, picos, bosques, matas além da beleza cênica.

 

População estimada (2014): 6.257 habitantes.

Área da unidade territorial (km²): 649,680

Densidade demográfica (hab/km²): 9,48

Gentílico: Aiuruocano

Estabelecimentos de Saúde SUS: 4

Índice de Desenvolvimento Humano Municipal: 0,668

 

Situação Geográfica

O Município de Aiuruoca localiza-se na Zona Fisiográfica Sul, faz parte da Microrregião 199 (Alto Rio Grande), formada por 26 municípios, apesar de estar localizado na Região da Associação dos Municípios do Circuito das Águas – AMAG, sendo associado a esta entidade. Sua área de 645 Km2 corresponde a 6,4% da Microrregião 199 e a 7,9% da AMAG e limita-se com os municípios de Alagoa, Baependi, Bocaina de Minas, Carvalhos, Cruzília, Minduri, Serranos e Seritinga.

A sede do município, a 1000 metros de altitude, tem sua posição determinada pelas coordenadas geográficas 21º58’32 “de latitude sul e 44º36’10” de longitude oeste (Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição).

Só pra efeito de informação, o Pico do Papagaio está localizado nas coordenadas 22°02,519´Sul e 44°38,522´Oeste a uma altitude de 2100m (GPS, com variação máxima de 4m – ajustado pelo Datun de Córrego Alegre-MG

Juridicamente, Aiuruoca é sede da Comarca Intermediária Vara Única – Decreto 88, de 30 de março de 1938 – abrangendo os municípios de Aiuruoca, Bocaina de Minas, Carvalhos, Liberdade, Passa-Vinte, Serranos e Seritinga.

Na divisão do Estado para fins de Planejamento (SEPLAN), o município localiza-se na “Região III”, que corresponde ao Sul de Minas e parte da Zona das Vertentes.

Fisicamente, o município acha-se localizado na grande região do Planalto Compartimentado da Serra da Mantiqueira (“AMANTIQUEIRA” que em Tupi-Guarani significa “Serra que chora”, em alusão a grande quantidade de nascentes e cachoeiras que descem da serra).

Ligada à BR-267 por acesso asfaltado (9 Km), a cidade dista cerca de 45km de Caxambu, 160km de Juiz de Fora, 400km de Belo Horizonte, 380km de São Paulo e 350km do Rio de Janeiro.

 

Quadro Natural

Aiuruoca situa-se numa área de rochas ígneas ácidas, representadas por granitos de granulação fina e grosseira, localmente poríficas.

Registram-se ocorrências de granada, titânio, calcário e fosfato.

 

Relevo

O relevo de Aiuruoca é bastante movimentado, registrando 40% dos terrenos acidentados, 55% de terrenos ondulados e apenas 5% de terrenos planos.

O município localiza-se numa área de transição entre o Planalto de Cruzília, ao norte, e a região da Mantiqueira, ao sul. A região do Planalto de Cruzília caracteriza-se por colinas e vales de fundo plano e a região da Mantiqueira, por cristas e vertentes íngremes, com vales encaixados.

 

Altitude

A altitude média gira em torno de 1000 metros. As encostas mais elevadas localizam-se no sul (Morro da Mitra do Bispo 2149m) e ao sudoeste (Pico do Bandeira 2357m). O Pico do Papagaio possui 2100m de altitude e o Retiro dos Pedros, 2200m. A cidade está a 1050m.

 

O Clima

O clima do município corresponde, na classificação de Köppen, ao tipo “CWB” (Tropical de Altitude de Verões Suaves) e apresenta as seguintes temperaturas: do mês mais quente 32ºC, do mês mais frio 3ºC e média anual 20ºC.

 

Precipitação Atmosférica

A precipitação é de 2100mm/ano. O período mais chuvoso corresponde aos meses de novembro, dezembro, janeiro e fevereiro, enquanto as menores precipitações ocorrem em abril, maio, junho e julho.

 

Vegetação

A Floresta Tropical Subcaducifólia, vegetação primitiva predominante na região, encontra-se preservada apenas nas encostas, nos topos das serras e ao longo dos cursos d’água, formando galerias. Bosque de Araucárias, Mata Atlântica, Vegetação de Campo, Campos Rupestres ou de Altitude completam o quadro florístico do município.

 

Hidrografia

A rede de drenagem, bem distribuída, faz parte da bacia do Rio Grande. O Rio Aiuruoca (cuja nascente é a mais alta do País, com 2450m de altitude e localizada no Pico do Itatiaia) tem o curso no sentido sul-norte, banhando a sede municipal. Seus principais afluentes são os ribeirões do Tamanduá, da Água Preta e do Papagaio além do Córrego dos Nogueiras e o Córrego do Cangalha. O Rio Angaí, que percorre as áreas, central e norte do município, tem como tributários principais o Ribeirão das Posses e o Ribeirão do Maia.

Compartilhe e Comente

Comentários