XX ENFA – Encontro Nacional da Família Arantes 2018

Dias 20, 21 e 22 de Julho de 2018 em Aiuruoca-MG

Reserve sua hospedagem e venha participar e conhecer o berço da Família Arantes.

Estaremos esperando por você de braços abertos e com muita festa.

Maiores informações acesse aqui.

ENFA

Um pouco de história…

História e os 3 TITULARES do BRASIL IMPÉRIO Inventário do Capitão-Mor Antonio Arantes Marques 1º Barão de Cabo Verde (tio 4ºavô de Aníbal), Visconde de Arantes (tio 3ºavô de Aníbal), 2ª Baronesa de Cajurú (tia 3ºavó de Aníbal).

Pesquisado por Anibal de Almeida Fernandes, 13º neto de João de Arantes e 5º neto de Antonio de Arantes Marques, Junho, 2013, atualizado em agosto de 2016.

1) João de Arantes, o 1º Arantes, nascido no Século XV, Portugal. João de Arantes, que é o 1 o Arantes nasceu, cerca de 1460, sob o reinado de Afonso V, e crê-se que sua origem seja do Couto de Arantei (Arantes) do Concelho de Salvaterra do Minho do Reino da Galiza. João de Arantes foi nomeado a 2/1/1488 Condestável dos Espingardeiros do Reino de D. João II (filho de Afonso V) de quem foi Cavaleiro da Casa Real. Condestável substituiu na hierarquia militar o alferes-mor e as suas funções aproximavam-se das que, modernamente, tem o chefe de Estado-Maior e, mais ainda, dos mestres-de-campo-generais dos séc. XVI e XVII (Verbo, Enciclopédia LusoBrasileira de Cultura, vol. IV, pg. 1279). João de Arantes, foi o Senhor da Quinta de Romay comprada em 1495 de Pedro Nogueira, (o Padre Marcelino Pereira, séc. XVIII cita o Livro do pão que se pagava ao Cabido de Braga para provar que os Anantes/Arantes eram senhores da Quinta de Romay). Com a posse da Quinta de Romay e esse cargo de Condestável, é possível concluir com certeza que João de Arantes era, ele próprio, um nobre por ser um Cavaleiro Fidalgo de sangue e espada, Senhor da Quinta de Romay e Morador da Casa Real.

2) Domingos de Arantes, bat. 30/7/1693, 6 o neto de João de Arantes. Casado a 6/8/1719 na freguesia do Souto, pertencente ao Concelho de Terras do Bouro, Distrito de Braga, com Josefa Marques, b. 18/3/1699, pais de 10 filhos: (1º) Maria (1720), Helena (1722), (2º) João (1724), Domingos (1726), Domingas (1729), (3º) José (1730), Manuel (1732), Francisco (1734), (4º) Antonio (1738), Jerônimo (1741). Esses 4 filhos terão ligação com o Brasil. Os 3 filhos: 1º Maria (1720), (apenas o seu neto João Manoel veio ao Brasil), 2º João (1724), e 3º o Capitão-Mor Antonio, (1738), são os Patriarcas dos 3 troncos dos Arantes no Brasil com descendência esclarecida até João de Arantes, o 1o Arantes, e constam do Livro da Família Arantes.

3) Tronco: Arantes de Aiuruoca, MG. pg. 143 até pg. 561 do livro Família Arantes de Américo Arantes Pereira.

Compartilhe e Comente

Comentários